Salvador quebrou o recorde de maior árvore de Natal feita com garrafas pet no país em 2019. O resultado foi divulgado pelo portal RankBrasil, site que registra recordes brasileiros, na última sexta-feira (16). A peça foi construída a partir de 22 mil garrafas de plástico de dois litros cada e alcançou 21 metros de altura. Na ocasião, a árvore ficou exposta na Praça Municipal, próxima do Elevador Lacerda, um dos principais cartões postais da capital baiana. 

A peça foi produzida pela Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb) e teve assinatura do artista plástico Gilson Cardoso. O trabalho foi realizado por cerca de trinta profissionais da empresa. Desde a sua concepção até a montagem e instalação foram necessários quatro meses de trabalho árduo para que soteropolitanos e turistas pudessem desfrutar da beleza do equipamento. 

A ação também serviu como atrativo para que as pessoas repensem a preservação do meio ambiente e despertem o interesse de possibilitar novos usos para materiais que iriam para o lixo. Além de garrafas pet, a árvore gigante foi construída com arame, lacre, tela de proteção, e tinta esmalte sintético vermelho, dourado e verde para colorir os enfeites. Após a desmontagem, todas as garrafas foram doadas para cooperativas de reciclagem. 

“O principal objetivo foi conscientizar a população para a necessidade da preservação do meio ambiente através da reutilização de materiais recicláveis”, destaca Marcus Passos, que é secretário da Secretaria Municipal de Ordem Pública e ex-presidente da Limpurb, à frente do cargo na época da produção da árvore.

Segundo ele, o projeto surgiu de uma vertente da educação ambiental desenvolvida pela prefeitura municipal do Salvador. “A obra foi produzida com alguns materiais que iriam, a princípio, para o aterro sanitário. Utilizamos o período natalino para alcançar um público amplo, pois é quando Salvador está repleta de turistas e a população circula pela cidade”, diz.

O prefeito ACM Neto destacou o trabalho e disse que as ações integram um programa de conscientização ambiental implantado na administração municipal. “Nas escolas, secretarias e outros órgãos públicos nós sempre trabalhamos com campanhas ambientais. Fiquei muito feliz com o resultado”, afirma.

 

156